• Valéria Barros

Headhunters Internacionais - passo a passo para fazer o primeiro contato com sucesso



“Headhunter” é um termo em inglês que significa “caçador de cabeças”.

Apesar da tradução não ficar muito simpática, os headhunters tem a “grande missão” de selecionar os melhores profissionais em diversas áreas de atuação, aliando as necessidades das empresas nacionais e internacionais com a qualificação e trajetória do profissional em questão.

Chamados então de “caçadores de talentos”, e mais conhecidos como “recrutadores”, são eles que vão lhe encontrar e lhe selecionar em meio a tantos profissionais qualificados no mercado de trabalho, muitas vezes atuando como o mediador entre a empresa e você que busca uma Carreira Internacional.

É importante que você saiba que, diariamente, os headhunters recebem muitos contatos de profissionais qualificados que estão em busca de uma carreira internacional. Na maioria das vezes, atuando no mercado de trabalho a nível internacional, recebem currículos, mensagens e contatos usando uma das suas principais ferramentas de trabalho e pesquisa, o LinkedIn. E sem dúvidas eles são bombardeados por uma centena de novos convites e conexões de negócios todo o dia.

Você deve estar se perguntando em como se destacar em meio a tantos profissionais e como se comunicar de uma forma adequada com os Headhunters?

A resposta para esta pergunta é o que você e muitos outros profissionais, interessados em participar de processos seletivos para empresas do exterior, gostariam de saber e isso é o que nós vamos responder!

As oportunidades oferecidas na Europa fazem com que você, no papel de candidato, entre em contato diretamente com os recrutadores, muitas vezes internacionais. Na maioria das vezes, a comunicação acontece através do e-mail e, por isso, é importante que você saiba como redigir um bom texto para este primeiro contato.

Confira aqui os 10 passos mais importantes para Contatar um Headhunter Internacional:

1. Preparando a Documentação: antes de mais nada, o passo mais importante e o início de todo o processo para atrair os recrutadores internacionais é apresentar uma boa documentação. A documentação envolve um currículo, carta de apresentação e seu perfil no Linkedin. O idioma vai depender da vaga ou empresa em que você está se candidatando, por exemplo: se a vaga está em inglês, não adianta enviar um currículo em português, siga sempre o que a descrição da vaga pedir.

2. Currículo: para você que busca uma experiência profissional na Europa é importante que o seu currículo apresente o Modelo Internacional, onde conste as informações da sua carreira, principais conquistas e projetos de forma clara e com os termos técnicos adequados. As informações precisam estar na ordem de relevância correta, siga esta ordem e você não vai errar!

  • iniciando pelos seus dados e contatos pessoais,

  • formação/graduação,

  • experiência profissional,

  • idiomas,

  • cursos,

  • projetos.

3. Carta de Apresentação: precisa estar no tamanho e formato adequado para o mercado internacional, apenas uma página. Faça uma breve apresentação da sua trajetória profissional, e não esqueça de enfatizar o porquê você está buscando esta vaga em especifico. Uma apresentação de uma forma clara e objetiva, envolvendo as suas competências técnicas e motivações profissionais.

4. O seu perfil no Linkedin: o seu perfil no Linkedin deve estar extremamente profissional e essa imagem se inicia pela sua foto de apresentação. Escreva um resumo de com sua trajetória profissional, com as principais da sua carreira e se apresente como profissional aberto para uma carreira internacional. As suas formações acadêmicas devem estar em destaque seguidas das suas experiências profissionais. Não se esqueça de informar o seu nível de idioma pois esse é um fator importante na seleção para muitas oportunidades na Europa.

5. Contatando o Headhunter: Depois da sua documentação concluída e no formato adequado, o primeiro contato pode ser feito de duas maneiras:

  • por e-mail

  • por meio de uma mensagem via LinkedIn

Mas, como já falamos anteriormente é preciso se destacar no meio da multidão.

Ao contatar os recrutadores das empresas do seu interesse, se você enviar um convite ou e-mail padrão, será apenas mais um entre muitos outros candidatos, seja original e objetivo.

Contato via e-mail: se você decidiu fazer um contato via e-mail, lembre-se do principal objetivo do contato, uma Candidatura Espontânea, ou uma Aplicação para uma vaga em especifico. Escreva um texto para cada e-mail, com todas as informações necessárias, sem deixar dúvidas sobre o seu interesse. E por último o mais importante, na assinatura, escreva novamente seus contatos profissionais como telefone e e-mail.

Contato via LinkedIn: o contato via linkedin geralmente já se inicia por um objetivo, pode ser uma vaga que você encontrou, recomendação de amigos, ou uma candidatura espontânea. Porém o linkedin é muito mais profissional e objetivo, eu aconselho você sempre a enviar via e-mail quando for uma candidatura espontânea. Utilize o linkedin para contatar o headhunter somente se ele tem a sua vaga em divulgação, não adianta enviar mensagens com seu currículo sem ter um foco. Será apenas mais um em meio a milhões de mensagens que eles recebem diariamente, e você poderá acabar por “esquecido” em uma possível próxima oportunidade. Então se na divulgação da vaga estiver o contato do headhunter, envie a aplicação da sua candidatura para aquela vaga em especial e digite no assunto da mensagem o nome da vaga, isto é muito importante!

6. Escrevendo a mensagem: no momento de escrever a mensagem para o recrutador é preciso ter alguns cuidados. Siga os passos abaixo e tenha sucesso na sua primeira impressão:

  • Escreva o nome do profissional no e-mail: ao enviar qualquer tipo de informação por e-mail ou mensagem via Linkedin é importante que você escreva o nome do recrutador assim a mensagem fica mais profissional e faz mais sentido para quem recebe e lê o seu material.

  • Não copie o seu currículo: o currículo é um documento que faz com que os recrutadores internacionais decidam se querem ou não entrevistá-lo. No entanto, não é por isso que o vai colar no corpo do e-mail, o e-mail fica extenso e sem foco. Como já foi dito, escreva um e-mail específico para cada objetivo profissional. O mais recomendado é o envio do arquivo em anexo e no formato PDF (máximo 1,5MB). Algumas empresas usam um sistema padrão e ao abrir o word seu CV poderá ficar desconfigurado e ilegível.

7. Deixe claro por que razão deve ser escolhido: o contato com os recrutadores é uma boa forma de você fazer com que o eles se interessem pelo seu perfil, e o conheçam melhor, além de ter acesso ao seu currículo. Mostre sempre quais os principais benefícios que poderá trazer para a empresa através das suas competências, experiências e sucessos profissionais. Deixe claro que você busca uma oportunidade internacional. Se você já tiver permissão de trabalho ou cidadania, deixe isso claro no e-mail que enviar, este é um ponto a seu favor para que você seja selecionado.

8. Mantenha-o atualizado sobre suas conquistas de carreira: Uma promoção, uma mudança de área, uma pós-graduação que acaba de entrar para o seu currículo, ou até mesmo uma demissão, são boas oportunidades para retomar o contato com o headhunter e mantê-lo atualizado da sua trajetória profissional. Mas lembre-se, somente informe se realmente está de acordo com a sua área e profissão, não precisa enviar um e-mail se você fez um curso de “Degustação de Vinhos”, por exemplo. Outra opção é atualizar seu linkedin, e sempre deixar o botão para que todos visualizem suas alterações de perfil.

9. Bom senso é bom e os headhunters internacionais gostam: É importante não ser insistente mandando mensagens a cada nova etapa completada do processo seletivo, “take your time” e aguardo o contato do recrutador ou gerente da vaga. Os processos seletivos na Europa podem durar de 3 a 6 meses, diferente do Brasil.

10. Agradecimentos: É extremamente importante, em todas as profissões ser grato por uma ajuda profissional, com um headhunter não poderia ser diferente. É preciso sim, agradecer a oportunidade de poder entrar em contato com ele, e poder participar de processos seletivos a nível internacional. Mesmo que o retorno não tenha sido positivo, a gratidão e o seu “muito obrigado” poderá ser uma nova porta para o seu futuro profissional, pois assim é uma forma de manter um bom relacionamento com o recrutador e dizer que você estará aberto a novas oportunidades de carreira internacional.

Se o seu objetivo profissional é ter a experiência de ter uma Carreira Internacional na Europa e ainda assim conseguir um emprego na sua área de atuação em outro país, pode ser o primeiro passo para você conseguir conquistar esse sonho.

Confira aqui a Edição Completa da nossa Revista "Carreira na Europa e saiba mais sobre como iniciar seu planejamento e conseguir seu emprego na Europa!

Se você tem interesse em saber mais sobre: Planejamento de Carreira Internacional, Recolocação Profissional, mercado de trabalho no exterior, estamos aqui para lhe orientar e guiar, ajudando você a ingressar nesta sua nova jornada de morar e trabalhar no exterior, deixe aqui seu comentário que nós vamos te ajudar!

Ficou com alguma dúvida?

Envie sua dúvida para o nosso e-mail que nós respondemos para você.

Quer saber mais sobre o nosso trabalho e nossa Consultoria de Carreira na Europa?

Clique aqui e entre em contato.

Confira aqui outros artigos para lhe ajudar a conseguir seu emprego na Europa!

Gostou deste artigo? Fique à vontade para compartilhar com os amigos.

Aproveite e curta a nossa Fanpage no facebook e siga a gente no Linkedin.

Boa sorte!

Obrigada e abraços,

Valéria Barros

Consultora de Carreira Internacional

RH Clock-in

#Planejamento #Carreira #Europa #Vagas

RH Clock-in | Salzburg - Austria
  • LinkedIn

RH Clock-in | Headhunter & Job hunter | Europe