O que é um Plano de Carreira Internacional?



O plano de carreira internacional é um conjunto de objetivos e metas bem definidos, trabalhados em conjunto em uma Mentoria, e que servem como um guia para quem quer seguir a tão sonhada carreira no exterior.

Eu iniciei meu plano de carreira há exatamente 8 anos atrás, começando por pesquisa de país, mercado e profissões em demanda, e foi quando eu descobri que a minha profissão em Recursos Humanos era solicitada em mais de 5 países. Seguindo a esta pesquisa, eu optei por imigrar e morar no Canadá, pensando nas facilidades do idioma, distância, custo de vida e que a minha profissão era umas das mais procuradas naquele momento no mercado de trabalho, sendo que isto seria um facilitador para iniciar a minha busca por um emprego lá.

Nos últimos anos, o plano de carreira deixou de ser apenas um benefício oferecido pela empresa e passou a ser um plano individual, no qual cada profissional traça seus próprios objetivos e metas. Hoje os profissionais iniciam seu plano de carreira visando o mercado global, e não focado mais no seu país de origem.

Nem todo mundo segue a mesma trajetória profissional, muitos profissionais buscam sempre aperfeiçoar-se e ter sempre o melhor, seja na vida pessoal ou profissional. Um plano de carreira internacional engloba, além de uma simples mudança, muitos outros fatores que estão diretamente ligados a sua vida pessoal. Por isso, hoje o plano de carreira pode ter propósitos diferentes, e deve ser analisado individualmente de acordo com as expectativas de cada profissional.

Confira aqui quatro propósitos que são os mais importantes na tomada de decisão para seguir uma carreira no exterior:

  1. Melhoria de vida: a principal razão para se querer seguir uma carreira internacional é a busca por melhor qualidade de vida. Seja para famílias ou apenas jovens recém-formados, mas que tenham um objetivo em comum, morar, trabalhar e ter uma vida normal em outro país.

  2. Melhor salário: é claro que trabalhar em outro país vai lhe proporcionar uma estabilidade financeira, porém a média salarial poderá ser similar em vários países, o que vai diferenciar será a moeda do país que você vai morar sê comparada com o real brasileiro. Por exemplo, você poderá economizar mais em reais se ganhar em euros, comparando com o dólar americano.

  3. Aquisição de novos conhecimentos e habilidades: trabalhar em outro país com certeza irá lhe proporcionar muito conhecimento, não só profissional como pessoal e cultural. Uma ótima dica é fazer cursos no exterior, que além de diferenciar o seu currículo, lhe trará conhecimentos e habilidades específicas daquele país, fazendo o seu perfil ser destacado em meio a muito outros candidatos.

  4. Experiência internacional: planejar uma carreira internacional pode lhe trazer um ótimo benefício de economia de tempo. O mercado brasileiro dá muito valor aos profissionais que tenham experiência internacional, podendo assim lhe oferecer promoções de cargos e salários, apostando no seu diferencial de ter trabalhado no exterior, em menos tempo do que você imagina.

Seja qual for o seu objetivo, fazer acontecer a sua sonhada carreira no exterior pode ser mais fácil do que você imagina, mas isso vai exigir de você muita dedicação, capacidade de se comunicar e muito planejamento estratégico. O ideal é pesquisar muito, estabelecer metas e trabalhar cada uma delas até alcançar o objetivo específico, seguindo cada passo, um a um, e sempre focado nas suas expectativas.

Eu segui exatamente estes passos abaixo, até alcançar o meu objetivo de morar e trabalhar no exterior. Estou compartilhando com você com muito carinho, pois sei que se eu cheguei até aqui, você pode chegar também!

Primeiro passo: pesquise por países que procuram a sua profissão e que esta esteja em demanda.

Segundo passo: verifique todos os requisitos exigidos para trabalhar naquele país, como: idioma, experiência profissional, formação e habilidades extras.

Terceiro passo: verifique as possibilidades para que você possa trabalhar e ter uma experiência profissional naquele país, como: visto de trabalho, contrato temporário, visto de estudante que permita trabalhar, entre outros.

Quarto passo: faça acontecer! Inicie seu planejamento estratégico, com metas, objetivos e prazos, e não desista no primeiro obstáculo!

Lembre-se de que uma meta é um plano estruturado, elaborado a partir da realidade do nosso dia a dia. Ter como meta trabalhar no exterior é muito diferente de sonhar com isso. O sonho pode se perder no meio do caminho, a meta deve ser cumprida até o final.

Seguir uma carreira no exterior não é algo que acontece do dia para a noite. Se você quer fazer seu plano de carreira acontecer, terá que se mexer!

Se você tem interesse em saber mais sobre: Planejamento de Carreira Internacional, Recolocação Profissional, mercado de trabalho no exterior, estamos aqui para lhe orientar e guiar, ajudando você a ingressar nesta sua nova jornada de morar e trabalhar no exterior.

Ficou com alguma dúvida?

Envie sua dúvida para o nosso e-mail que nós respondemos para você!

Gostou deste artigo? Compartilhe com os amigos.

Boa sorte!

Obrigada e abraços,

Valéria Barros

Consultora de Carreira Internacional

RH Clock-in

#Coaching #Planejamento #Carreira #Europa

RH Clock-in | Salzburg - Austria
  • LinkedIn

RH Clock-in | Headhunter & Job hunter | Europe