Quer saber quanto é o salário mínimo na Europa?



Você já parou para pensar qual é o fator mais decisivo na hora de optar sobre seguir uma carreira internacional?

Pois sim, no topo do ranking dos prós e contras, o salário é o principal fator na tomada desta decisão.

Confira aqui 7 países europeus e seus respectivos salários mínimos, considerados também os mais altos do mundo.

1. Luxemburgo

Luxemburgo é considerado o país com o salário mínimo mais alto da Europa, no total bruto de €1922,96 (euros), que equivalem a aproximadamente $ 2.650 dólares, este valor é praticado pois o país apresenta uma economia estável, com um bom crescimento, baixa inflação e baixo desemprego, onde o setor de serviços, em especial o setor financeiro, é muito forte. Luxemburgo apresenta uma ótima estrutura salarial que iniciou no ano de 2011. O salário mínimo considera a experiência do trabalhador, e também a idade e período de trabalho.

2. Bélgica

O salário mínimo na Bélgica é:

• €1501,82 maiores de 18 anos;

• €1541,67 trabalhadores com 19 anos e mínimo de 6 meses de experiência profissional; • €1559,38 trabalhadores com 20 anos e mínimo de 1 ano de experiência profissional.

A Bélgica ainda é um dos países com os rendimentos mais elevados da União Europeia, mesmo enfrentando muitas dificuldades políticas no cenário atual, possuindo uma economia muito desenvolvida, apoiada nos serviços, na indústria e no comércio. Este país possui uma lei do salário mínimo que iniciou no ano 2012.

3. Reino Unido

O Reino Unido possui a segunda economia mais forte da Europa, só sendo superado pela Alemanha, com uma economia estável que tem crescido de uma forma impressionante, conseguindo assim manter níveis de inflação, especulação e desemprego relativamente baixos no contexto europeu. No entanto, apresenta níveis de desigualdade social mais elevados quando comparada com os países europeus mais desenvolvidos. Não obstante tem um salário mínimo de €1509,30 (euros).

Em 2011, foi aprovada no Reino Unido lei que caracteriza nova estrutura de salário mínimo aos trabalhadores. Os que estão abaixo de 18 anos de idade, que apresentem conclusão do ensino obrigatório, recebem o mínimo de 3,68 libras pela hora. Para idades entre 18 e 20 anos, é pago salário mínimo de 5,03 libras por hora. E com mais de 21 anos de idade, o salário mínimo vai para 6,31 libras por hora, equivalendo a US$ 1.832,13 ao mês.

4. Holanda

A Holanda é considerada a quinta maior economia europeia, no ranking dos dez países mais competitivos do mundo. Em 2013, o Rei anunciou a substituição do “clássico Estado do bem-estar por uma sociedade participativa” influenciando diretamente nas remunerações e condições do mercado de trabalho. Este país é carente de mão de obra, o que contribui para a imigração de cidadãos europeus para o país. A Holanda também tem um dos salários mínimos mais altos da Europa, separado por idades:


5. Irlanda

A economia da Irlanda cresceu, em média, 6% entre 1995 e 2007, sendo um dos melhores desempenhos a nível mundial nesse período. A crise mundial de 2008 teve particular incidência na Irlanda e, desde então, a economia e a sociedade têm sofrido fortes consequências. Ainda assim, mesmo com reduções nos últimos anos, o salário mínimo na Irlanda é de €1499,33 (euros). A Irlanda é muito dependente dos investimentos estrangeiros diretos, assim reúne muitas empresas multinacionais.

6. Alemanha

A Alemanha é a potência europeia, considerada uma das principais potências econômicas a nível mundial, apenas passou a ter um salário mínimo recentemente, no ano de 2015. Os trabalhadores alemães têm um conjunto de direitos sociais muito favorecidos e com um salário mínimo de €1473,33 (euros).

7. França

Mesmo em frente à várias dificuldades econômicas e políticas, a França continua a ser uma das principais economias europeias, com forte foco nas áreas de turismo, indústria automobilística, aeronáutica e agrícola. Com um salário mínimo de €1457,52 (euros) é um dos países europeus onde os trabalhadores possuem maiores direitos e regalias sociais.

Agora é só escolher o país de sua preferência e encontrar o emprego dos seus sonhos!

Se você tem interesse em saber mais sobre: Planejamento de Carreira Internacional, Recolocação Profissional, mercado de trabalho no exterior, estamos aqui para lhe orientar e guiar, ajudando você a ingressar nesta sua nova jornada de morar e trabalhar no exterior.

Ficou com alguma dúvida?

Envie sua dúvida para o nosso e-mail que nós respondemos para você!

Gostou deste artigo? Compartilhe com os amigos.

Boa sorte!

Obrigada e abraços,

Valéria Barros

Consultora de Carreira Internacional

RH Clock-in

#Planejamento #Carreira #Europa

RH Clock-in | Salzburg - Austria
  • LinkedIn

RH Clock-in | Headhunter & Job hunter | Europe