Por que é essencial ter uma Carta, um CV e um Perfil no LinkedIn para buscar vagas na Europa?



Como Consultora de Carreira Internacional, eu vejo muitos profissionais se debatendo com assuntos que, claro para muitos não faz sentido, mas para nós profissionais tem sim as suas diferenças.

Hoje vou explicar para você, ou pelo menos tentar ser mais clara, do "porquê" nós recrutadores utilizamos tantos documentos para avaliar o seu Perfil Profissional, e qual é a razão e a finalidade de cada um.

Primeiramente quero dizer que as aplicações para vagas na Europa "são diferentes" do Brasil, quer você acredite ou não. Aqui o foco são suas "competências" e não "atividades". Para lhe ajudar com este dilema, vou deixar no final um artigo explicando mais sobre este tema.

• Então vamos lá! Por que tanta documentação para provar que sou o Candidato Ideal?

Ao avaliar um candidato, vários fatores devem ser levados em consideração, entre eles:

  • Objetivo de Carreira

  • Experiência Profissional

  • Aspiração Profissional

Para cada tema, existe uma devida avaliação, é claro que muitas empresas também utilizam testes e avaliações personalizadas, mas estes três principais itens poderão ser apresentados na sua Carta de Apresentação, Currículo Profissional e Perfil do LinkedIn.

Vou explicar um pouquinho o objetivo de cada um destes itens, assim você vai entender a diferença e a importância para o recrutador em avaliar estes documentos na sua busca por um emprego na Europa.

1 - Carta de Apresentação

É o primeiro documento que deve ser anexado caso você aplique para uma vaga via email. Algumas empresas também podem solicitar que você anexe a sua carta em uma candidatura online, assim como o currículo.

A Carta de Apresentação tem o objetivo principal de apresentar a sua candidatura para uma vaga na empresa em questão. Como eu já comentei em outro post, pode ser uma Candidatura Espontânea, ou para uma Vaga em Específico.

Na carta você deve descrever um pouco sobre você "como profissional" e quis são seus objetivos de carreira em busca desta vaga ou empresa. Informar sobre o seu currículo em anexo e solicitar uma possível entrevista, para poder apresentar seu potencial como candidato.

As cartas geralmente são utilizadas em duas situações distintas: em resposta a um anúncio ou ao uma candidatura espontânea. O modelo pode ser o mesmo para ambas situações, porém no "assunto" da carta deve constar o principal objetivo, se é para:

• Reposta à uma vaga ou anúncio de emprego: descreva o título da vaga ou anúncio.

• Candidatura Espontânea: descreva o cargo que você pretende ocupar na empresa.

2 - Currículo Profissional

Um dos erros mais comuns que, geralmente, um profissional pode cometer, é não saber qual é o verdadeiro propósito de um currículo. Esta pode ser a primeira dificuldade antes mesmo de começar a escrevê-lo. Então vamos lá, para que serve um Currículo Profissional?

O propósito deste documento é apresentar "organizadamente" a sua trajetória profissional, geralmente dos últimos 10 anos de atuação profissional. O objetivo principal é persuadir e convencer o recrutador sobre o seu potencial como candidato, e conseguir assim uma entrevista de emprego.

O seu currículo deve ser claro e objetivo, recrutadores não tem tempo para "mimimi". Mostre seu potencial em poucas palavras, geralmente 2 páginas, e de uma forma muito organizada, estruturando as suas competências e habilidades no documento de uma forma legível e de fácil entendimento.

Estrutura de um bom Currículo:

• Dados de contato atualizados

• Breve perfil profissional