7 passos para construir um Planejamento de Carreira Internacional que funciona!



Primeiramente vamos ressaltar que um bom Planejamento de Carreira é o primeiro passo para obter sucesso em sua carreira profissional, sendo nacional ou a nível internacional.


Muitos profissionais acabam por desenvolver profissões genéricas com o passar dos anos, de um RH por exemplo, vai parar na logística da empresa, apenas visando um salário mais alto ou cargo específico.


Eu desenvolvi minha carreira toda em Recursos Humanos, apesar de ser formanda em Economia, trabalhar em bancos não era realmente o que eu buscava. Meu primeiro emprego me abriu a porta para o RH, chamado de DP naquela época, onde eu tive a oportunidade de iniciar meu estagio na área de Folha de Pagamento.


Me identifiquei em trabalhar com pessoas e a partir daí construí minha carreira em todas as áreas dos Recursos Humanos atuando e, Recrutamento e Seleção, Folha de Pagamento, Treinamento, Gestão de Pessoas, entre outros.


Construir um planejamento de carreira nada mais é do que organizar os seus objetivos profissionais para desenvolver habilidades e competências visando novos cargos dentro da empresa em que você trabalha, ou buscando novas posições no mercado como um todo.


"O meu objetivo foi mais longe, eu queria seguir uma Carreira Internacional, então criei minhas metas e fui atrás do meu sonho."


Para construir um Planejamento de Carreira Internacional de sucesso, o profissional baseia-se em definir os objetivos, estipular prazos, metas e estratégias para alcançá-los, levando em conta o seu momento profissional e o mercado de trabalho internacional.

Hoje vou apresentar 7 passos que eu acredito serem essenciais para analisar e levar em consideração neste planejamento.


"A chave para o SUCESSO está nos pequenos detalhes!"

• 7 passos para construir um Planejamento de Carreira Internacional que funciona!


1 - Definir os objetivos, estipular prazos, metas e estratégias: analise o mercado como um todo, focando nas suas qualificações profissionais e no mercado de trabalho internacional, demanda, idiomas, cursos e competências que as empresas buscam em um candidato. Adapte seu currículo e carta para apresentar às empresas o seu Potencial como Candidato!


2 - Definir o país/região que pretende morar: é preciso antes de tudo analisar a cultura, clima, idioma e se existem oportunidades de trabalho na sua área, que atendam ao seu perfil e qualificação profissional.


3 - Dinheiro e reserva financeira: não adiantar fazer um projeto lindo e não preparar uma reserva financeira para poder se manter nos primeiros meses e em caso de emergências.


Durante esta mudança de país a preparação de documentos, legislação, contratação, moradia e custo devida devem ser planejadas e orçadas, para evitar surpresas ou stresses desnecessários.


4 - Adaptação à nova cultura: existem vários fatores a serem levados em consideração, como cultura, idioma, frio, neve, horário de verão/inverno, ausência de amigos e familiares, etc.